Um domingo como um domingo deve ser – Passeio no museu

Parece que tem coisas que só combinam com alguns dias da semana né?

Almoço em família, jogo no maracanã, dormir o dia inteiro, fazer piquenique ou passear no zoológico ou museu, são atividades que parecem ter sido criadas para se fazer apenas aos domingos.

E esse último não foi diferente. Ouvi na quinta feira na faculdade de uma professora, que o Museu Nacional da UFRJ  faria aniversário no final de semana seguinte e que a entrada seria franca. Isso me estimulou a ir, não pelo valor isento em si (até porque a meia entrada é 3 reais), mas sim pelo fato de eu ser carioca e nunca ter feito uma visita ao nosso museu, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. Minha mãe fala que me levou quando eu era criança, mas eu realmente não lembro. Acho que fui enganada. hahahaha

Decidi ir! Mas sozinha não tem graça, né? O Fábio trabalhou nesse final de semana e não gosta muito desse tipo de evento e eu lembrei na hora que seria um passei muito divertido para o meu sobrinho de 6 anos, mandei uma mensagem pra minha irmã e até ela se animou.

O Pedro não falava em outra coisa o sábado inteiro. hahaha Fomos no domingo e superou as minhas expectativas. Parecia que a criança era eu! O museu é dividido em diferentes exposições:

  • Antropologia
  • Arqueologia
  • Etnologia
  • Geologia
  • Paleontologia
  •  Zoologia

 

As parte que mais me encantaram foi a zoologia e paleontologia,  sem sombra de dúvidas. É sensacional você ver de perto exatamente o que se aprende em sala de aula.

Sem contar a exposição de Taxidermia, técnica que eu me encantei ao descobrir durante um mini curso na faculdade. O Pedro também tirou onda com os funcionários do museu, explicando toda a técnica que um taxidermista usa que a titia aqui ensinou pra ele. Orgulho! 

Infelizmente ainda não tive aula de Paleontologia na faculdade, mas desde criança era fascinada por dinossauros e viciada nos filmes do Jurassic Park! Fiquei doida quando vi o fóssil da cabeça e um ovo de um T-Rex.

O passeio foi muito revigorante (com a família, sempre é)  e informativo. (lá é o paraíso de qualquer biólogo e estudante de biologia) Até o baby André se divertiu. Ficou amarradão no canguru da mamãe vendo as múmias e as pinturas da sala do trono. hahaha

É uma programa que muitos julgam ser “programa de índio”,  mas eu super recomendo. Abram a mente! Não tem nada de chato lá.  Vale muito a pena, e é super legal. Minha mente viajou no tempo de uma maneira nunca antes vista.

1919654_800537883300186_2513344962945880799_n 1471911_800998169920824_9067502398645050070_n  936678_800526806634627_7099789052042265227_n sasasa

Anúncios

Um pensamento sobre “Um domingo como um domingo deve ser – Passeio no museu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s