Comer Rezar Amar

Olá gente.
Hoje resolvi criar mais uma categoria pro blog. Tenho como uns dos meus hobbies preferidos, a leitura. E porque não compatilhar minhas leituras e opniões?
E o primeiro livro que vou falar foi o último que terminei de ler: Comer Rezar Amar da autora Elizabeth Gilbert.

10009850_854397994574113_1663902507_n

Eu quase não comprei esse livro de tão mal que falaram dele, mas eu li muitos elogios também. Eu sempre penso que um livro que seja traduzido em vários países e tenha milhões de cópias tem que ser no mínimo bom.

O título e muito explicativo desde o início. A personagem principal (e autora) decide viajar durante um ano e morar em 3 países diferentes: A Itália, onde ela descobre o prazer absoluto em COMER. A Índia, onde ela fica em um retiro religioso em um ashram onde aprendeu a se conhecer melhor, dominar a mente e REZAR muito. E por fim a Indonésia, que particularmente é a minha parte preferida, principalmente pela aparição constante de Ketut, o xamã, é onde ela busca o equilíbrio e descobre que pode voltar a AMAR.
Confesso que a parte da Índia foi bem maçante pra mim, a leitura não fluía de jeito nenhum e nunca demorei tanto pra terminar um livro (acho que foram uns 2 meses). Depois que chegamos na parte da Indonésia, as coisas começam a fazer sentido pra mim, e foi ai que eu parei de ler o livro por obrigação (prometi pra mim mesma ano passado que nunca mais abandonaria uma leitura) e comecei a ler com muito prazer.

Não é o tipo de leitura que eu estou acostumada, como eu disse, tentei desistir várias vezes. Está longe de ser um romance água com açúcar, mas é uma história fantástica que vale a pena ser lida.
Ah, e tem também o filme que traduz muito bem as passagens mais importantes do livro.

De 1 a 10, eu daria nota 8 pra esse livro.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Comer Rezar Amar

  1. Eu simplesmente amei o filme! Fiquei com vontade de ler o livro só por causa do filme, sem contar que Julia Roberts… Fala sério! Não ligo muito pra críticas negativas de livros e filmes não. Sempre parece que o crítico é alguém mal amado. Acho que pensam que ser crítico é ficar buscando cabelo em ovo… Mas críticas à parte, depois faz uma resenha do que representou esse livro pra vc… Bjos

    • Só me deu uma vontade louca de viajar feito a Liz. Se eu tivesse duas coisas sobrando eu iria amanhã tirar meu passaporte: Dinheiro sobrando e desprendimento das pessoas que eu amo. Não sei se teria coragem de largar todos vocês aqui por um ano. hahaha

  2. Pingback: TAG – Dias da semana em livros | Jessy in wonderland

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s